Posted 3 weeks ago
Posted 1 month ago
Posted 1 month ago
Posted 1 month ago

instagram:

Seeking Inspiration Midair with @manonwethly

To see more of Manon’s artfully captured images of #flyingstuff, follow @manonwethly.

For Dutch designer Manon Wethlij (@manonwethly), the contents of her arresting #flyingstuff photos are less important than the conversations they provoke. “People are free to see or feel whatever they want in the shapes,” Manon says. “I love that they make people talk to me and ask questions.”

“I studied architecture for two years, then graphic design, but the thing that has always made me happy is photography.” When she found Instagram, Manon says, “it was exactly what I needed to keep my photography enthusiasm alive. I was taking lots of photos every day and just storing them in my computer for no one to see.”

These days, it’s the response to her photos on Instagram that keeps Manon evolving creatively. “Everybody’s enthusiasm encourages me to try new things,” she explains, “It’s sort of addictive.”

Posted 1 month ago
Posted 1 month ago
Posted 1 month ago
Ora, tudo que posso dizer é que existem bilhões de mulheres no mundo, certo? Algumas bem vistosas. Muitas muito bonitas. Mas de vez em quando a natureza nos sai com um truque bestial, reúne todos os atributos numa mulher especial, uma mulher inacreditável. Quer dizer, a gente olha e não acredita. Tudo se move em perfeita ondulação, mercúrio, serpente, a gente vê umas cadeiras, um cotovelo, uns peitos, um joelho, e tudo se funde numa unidade gigantesca, um todo inesquecível, com aqueles olhos lindíssimos a sorrir, a boca meio descaída, os lábios imóveis como prontos para estourar numa gargalhada, pela sensação de impotência da gente. E elas sabem se vestir, e o cabelo longo incendeia o ar. Tudo demais, porra.
Charles Bukowski.   (via porredesaudade)

(Source: recomendar)

Posted 1 month ago
Posted 1 month ago
Ela também teve seu coração machucado. Dilacerado, imagino. Normal. Desse mal, meu bem, ninguém escapa. Mas o bom disso tudo é que agora consigo abrir meu coração sem rodeios. Sim, amei sem limites. Dei meu coração de bandeja. Sim, sonhei com casinhas, jardins e filhos lindos correndo atrás de mim. Mas tudo está bem agora, eu digo: agora. Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz. Descobri tantas coisas. Tantas, Tantas. Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Que viver um amor. Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa. Descobri, ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca. Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama!
Fernanda Mello  (via porredesaudade)

(Source: sintoso)

Posted 1 month ago
E mesmo que tudo dê errado, mesmo assim, não tem problema. Eu deito no telhado de uma casa qualquer, olho pro céu e invento uma nuvem que chove sorrisos, bem em cima de mim.
Los Hermanos. (via amor-proprioo)

(Source: s-ubitos)